Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Prisão abala reforma, diz professor

Equipe BR Político

A prisão do ex-presidente Michel Temer acendeu o alerta sobre o futuro da reforma da Previdência. Para o cientista político Carlos Mello, do Insper, todo o esforço pode, sim, “virar artigo de luxo” porque ninguém mais dorme em Brasília. “Da Lava Jato aos envolvidos com milícias, passando pelos laranjas, ninguém restará sereno e calmo. Nessas horas, em Brasília, o ar se rarefaz e o coração dispara: quem tem cargo tem medo. Quem não tem mais, também. E isso envolve a todos os partidos”, avaliou o professor em artigo publicado nesta sexta, 22, na Folha.

Um tiro no pé seria bolsonaristas irem “às redes e às tribunas para tripudiar sobre os vencidos — “esculachar”, na linguagem prisional —, sem se dar conta de que constrangem aliados e despertam a cizânia no que seria a própria base”, escreveu.

Tudo o que sabemos sobre:

Michel TemerLava Jatoprisão