Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Prisão em 2ª instância à espera de ‘diálogo’ no STF

Equipe BR Político

Após tirar da pauta o julgamento de ações que tratam de prisões após condenação em segunda instância, em abril, o presidente do STF, Dias Toffoli, reafirmou nesta segunda, 1, que há possibilidade de o debate ocorrer no segundo semestre. “A princípio não (está pautada), mas tem janelas (no calendário) colocadas”, disse a jornalistas, em café para divulgação do balanço do primeiro semestre no tribunal, informa o Broadcast Político. “Tem de dialogar com os colegas, verificar o melhor momento. É questão de ver o melhor momento para se colocar (em pauta)”, disse Toffoli.

As ações foram retiradas da pauta, em abril, quando havia um recurso do ex-presidente Lula contra sua condenação no caso do triplex do Guarujá (SP), no Superior Tribunal de Justiça, o que fez os integrantes do STF concluírem que não era o melhor momento. O assunto se arrasta, no mínimo, desde 2017, quando a ministra Cármen Lúcia disse que julgar as ações por Lula seria “apequenar muito o STF”.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

Dias Toffolisegunda instância