Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Problema do Brasil é mais profundo; economia está estagnada’, diz Guedes

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro Paulo Guedes muda aos poucos seu discurso de que a economia brasileira está em plena “decolagem”, conforme disse à revista Veja que circula nesta sexta, 13, enquanto o mundo está em “desaceleração sincronizada”. Nesse mesmo dia, o titular da Economia afirmou que “o problema do Brasil é mais profundo, a economia está estagnada”. Outro dia mesmo ele discordou do secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, pelo fato de o economista não ter passado o pano para o modesto crescimento de 1% do PIB brasileiro, inferior até ao registrado durante o governo de Michel Temer. Guedes chegou a dizer que não entendia a “comoção” com os números.

O ministro da Economia, Paulo Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes Foto: JF Diorio/Estadão

Na quarta, enquanto no relatório Focus, divulgado pelo Banco Central, a projeção de crescimento da economia brasileira para 2020 passara de 2,17% para 1,99%, a Secretaria de Política Econômica (SPE) do Ministério da Economia revisou sua expectativa de 2,4% para 2,1%. Conforme você leu aqui no BRP, a aposta mais cheira a wishful thinking. Nessa toada de venda de otimismo, a Secom chegou até a dividir o Produto Interno Bruto em PIB público e PIB privado.

Tudo o que sabemos sobre:

Paulo GuedesEconomiaestagnação