Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Procurador rebate Flavio Bolsonaro

Equipe BR Político

Após Flavio Bolsonaro dar sua versão e bater bastante no trabalho do MPRJ, agora foi a vez do procurador-geral de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, Eduardo Gussem, rebater as acusações do senador eleito. “É óbvio que não houve quebra de sigilo bancário dos deputados”, disse. Na semana passada, Flavio Bolsonaro justificou seu pedido ao STF que suspendeu as investigações sobre Fabrício Queiroz alegando que descobriu que estava sendo investigado pelo Ministério Público.

“Nenhum deles (nem Flavio Bolsonaro, nem Fabrício Queiroz) é oficialmente investigado. Esse procedimento é complexo. Se nós imediatamente elaborássemos uma portaria imputando-os como investigados seríamos acusados de procedimento temerário”, afirmou.