Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Procurador se afasta da Lava Jato por ‘estafa’

Equipe BR Político

Alvo de reclamação no Conselho Nacional do Ministério Público, o procurador da República Diogo Castor de Mattos pediu desligamento da força-tarefa da Operação Lava Jato, informa o site Conjur.  Segundo G1, o motivo é “estafa física e mental”. A reclamação do CNMP se refere ao acordo bilionário firmado entre o Ministério Público e a Petrobrás para a criação de uma “fundação Lava Jato”.

Nas redes sociais, Castor de Mattos é crítico da atuação de ministros do STF, cujo presidente, Dias Toffoli, abriu um inquérito para apurar ameaças e acusações caluniosas e difamatórias contra os integrantes da Corte.

Tudo o que sabemos sobre:

Diogo Castor de MattosLava Jato