Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Protesto na 3ª contra mudanças no Fundo Amazônia

Equipe BR Político

As mudanças realizadas pelo governo na gestão do Fundo Amazônia uniram várias entidades da sociedade civil ao chamado da Associação de Funcionários do BNDES (AFBNDES) e da Associação dos Servidores Federais da Área Ambiental no Estado do Rio de Janeiro (Asibama-RJ) para um protesto na próxima terça-feira, 4, às 17h, em frente à sede do banco, no Rio, informa o Broadcast Político.

Duas semanas atrás, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, declarou ter encontrado “fragilidades na governança e implementação” dos projetos do fundo em contratações feitas pelo BNDES. Paralelamente, o banco público, que administra os recursos, afastou a chefe do Departamento de Meio Ambiente, Daniela Baccas. Inconformado com a decisão, Gabriel Visconti, chefe de Daniela e responsável pela gestão pública e socioambiental do BNDES, pediu para deixar o cargo imediatamente. Segundo as associações, estão confirmadas as presenças do ex-ministro do meio ambiente, Carlos Minc, representantes da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB), do Movimento dos Atingidos por Barragem (MAB), da Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia do Brasil (COIAB), da Fundação Heinrich Böll no Brasil e do Observatório do Clima.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Fundo Amazôniabndes