Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Próximo passo é acabar com dinheiro público nas campanhas’

José Fucs

Aproveitando o “gancho” da decisão do Supremo, que considerou constitucional a extinção fim do imposto sindical, na sexta-feira, 30, João Amoêdo, pré-candidato à Presidência pelo Novo — único partido que vive só das contribuição de filiados e apoiadores — usou a sua página nas redes sociais para defender também o fim do uso de dinheiro público por partidos e nas campanhas eleitorais.

“O próximo passo é acabar com o dinheiro público para campanhas”, afirmou Amoêdo. “Os sindicatos, assim como os partidos, devem ser financiados apenas por aqueles que queiram. Só assim se preocuparão em representar os cidadãos.” J.F.