Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PSDB fechado com manutenção de veto a reajuste salarial

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A bancada do PSDB na Câmara dos Deputados informou nesta tarde de quinta, 20, que irá votar pela manutenção do veto ao reajuste salarial até 2021 de categorias do funcionalismo. Ontem, o Senado rejeitou o veto do presidente Jair Bolsonaro por 42 a 30 votos, deixando o futuro do congelamento dos salários da União, Estados e municípios agora nas mãos da Câmara.

“Reconhecemos a extrema importância e o valor dos profissionais que atuam na linha de frente no combate à covid-19 e na assistência à população, mas é preciso compreender que a situação fiscal do país não permite aumentos de despesa dessa magnitude neste momento”, afirmam em nota.

O partido alega ainda que o reajuste aos servidores que atuam no combate à pandemia poderia trazer “tratamentos anti-isonômicos por parte do poder público”. “Isso ocorreria na medida em que, por exemplo, apenas determinados membros das Forças Armadas ou determinado número de profissionais da área da saúde, que tenham sido chamados para atuar no combate à pandemia, poderiam ter sua remuneração aumentada até 31 de dezembro de 2021, enquanto outros, de igual categoria, não fariam jus ao benefício, no mesmo período.”

Como você leu mais cedo aqui no BRP, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, tem atuado entre seus pares para também manter o veto ao reajuste salarial na Casa.

Tudo o que sabemos sobre:

vetoreajuste salarialPSDB