Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PSDB inicia processo de expulsão de deputado Celso Sabino

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O PSDB decidiu nesta quinta-feira, 20, por 25 votos a 4 e 3 abstenções, dar prosseguimento ao pedido de expulsão do deputado Celso Sabino (PA), principal aliado do deputado Aécio Neves (PSDB-MG) na Câmara. O caso vai ser analisado pelo Conselho de Ética e o relator do processo será o ex-senador José Aníbal (PSDB-SP).

Deputado Celso Sabino. Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

A representação foi feita pelo presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, e pede a expulsão de Sabino por violação ao estatuto e a ética partidária devido ao convite para o cargo de líder da maioria na Câmara “sem qualquer discussão prévia com lideranças nacionais e da bancada”.

Houve, na reunião da Executiva Nacional do partido desta quinta, uma tentativa de acordo: a representação não seria feita se Sabino declinasse oficialmente do convite para o cargo, o que não foi aceito pelo deputado. A votação pela admissibilidade ou não do processo foi, então, levada adiante. Integrantes da executiva disseram que o PSDB não faz parte do governo Bolsonaro e que não é pertinente, portanto, que um de seus membros assuma a Liderança do bloco de maioria governista.

 

Tudo o que sabemos sobre:

PSDBexpulsãoCelso Sabino