Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PSDB provoca: ‘Comando da PF é agora de Carlos Bolsonaro?’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O PSDB, aliado do governo Bolsonaro em pautas reformistas, condenou a posição do chefe do Planalto de interferir politicamente na Polícia Federal, conforme acusou nesta manhã de sexta, 24, o ministro Sérgio Moro em pronunciamento de demissão do cargo. “A pergunta que não cala: o comando da Polícia Federal é agora do filho do presidente da República, Carlos Bolsonaro?”, provocou o partido pelo Twitter.

Carlos é apontado como mentor do chamado gabinete do ódio montado no Palácio do Planalto para disseminar notícias falsas sobre oponentes do pai. Como você tem lido aqui no BRP, o ministro Alexandre de Moraes é relator de dois inquéritos abertos na Corte: um para apurar se houve crime na convocação e na realização dos atos do último domingo que exortaram o fechamento do Congresso e uma intervenção militar no País e outro aberto no ano passado, e sem data para terminar, para apurar fake news e ameaças contra ministros da Corte.

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso vai mais longe: “É hora de falar. Pr está cavando sua fossa. Que renuncie antes de ser renunciado. Poupe-nos de, além do coronavírus, termos um longo processo de impeachment. Que assuma logo o vice para voltarmos ao foco: a saúde e o emprego. Menos instabilidade, mais ação pelo Brasil”.

Tudo o que sabemos sobre:

carlos bolsonaroJair BolsonaroPSDB