Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PSL ambiciona ter Moro para 2022

Equipe BR Político

Com a saída de Jair Bolsonaro do PSL, a sigla tenta conquistar outro grande nome da direita pensando nas eleições de 2022. Após flertar abertamente com o governador do Rio, Wilson Witzel (que não esconde de ninguém seu desejo de disputar o Palácio do Planalto), parlamentares da legenda avisam que o “sonho” seria ter Sérgio Moro como filiado e candidato. Como mostra reportagem da Folha, nomes como dos deputados Júnior Bozella (PSL-SP) e Joice Hasselmann (PSL-SP) veem no atual ministro da Justiça uma opção que poderia consolidar o partido como uma direita longe do “autoritarismo”.

A vantagem que a legenda tem no “flerte” com Moro seria a defesa intransigente da pauta do ministro. Como lembram parlamentares, foram os membros do partido que bateram o pé na tentativa de manter o Coaf (atual Unidade de Inteligência Financeira) na pasta da Justiça. O governo, ao contrário, não defendeu a vontade do ex-juiz. Mais do que isso, Bolsonaro cansou de desautorizar Moro. Agora, depois de morder, o presidente assopra. Para aliados, Bolsonaro fala até em colocar Moro como seu vice-presidente nas próximas eleições. O ministro, por enquanto, mantém o silêncio.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair Bolsonarosergio moroPSL