Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PSL desembarca da gestão Witzel

Equipe BR Político

A pedido do senador Flávio Bolsonaro, os 12 deputados estaduais do PSL na Alerj terão de abandonar a gestão do governador Wilson Witzel (PSC), segundo nota divulgada pelo líder do partido na assembleia fluminense, Dr. Serginho, nesta segunda, 16.

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. Foto: Wilton Junior/Estadão

“A bancada do PSL na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), por orientação do senador Flávio Bolsonaro, presidente estadual do PSL-RJ, não está na base do governo na Alerj a partir desta segunda-feira (16/09), por discordar de posicionamentos políticos do governador. Os 12 deputados do partido reiteram o compromisso com o Estado do Rio de Janeiro”, diz o texto. O Globo contabiliza duas saídas do governo fluminense:  a deputada federal Major Fabiana, da Secretaria de Vitimização, que dá assistência a policiais e vítimas de bala perdida, e o vice-líder do governo Witzel na Alerj, Alexandre Knoploch (PSL).

Após divulgação de que o pedido teria partido de Jair Bolsonaro, o presidente negou a informação. Eleito com apoio de parte do clã Bolsonaro, Witzel disse recentemente que tem vontade de sentar na cadeira do presidente já em 2022.