Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PSL e PSDB dizem que ‘não há chance’ de papo com PT

Gustavo Zucchi

Após surgir a informação de que o PT estaria disposto a formar alianças até mesmo com adversários históricos, lideranças do PSDB e PSL foram à internet dizer que não há papo com petistas. O tucano Bruno Araújo, por exemplo, afirmou que “não há chance” de ver petistas e peesedebistas no mesmo palanque. A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP), também negou a possibilidade. “É mais fácil chover pra cima que o PSL dar qualquer espaço para o PT”, afirmou.

Apesar da informação ter surgido do próprio PT, a presidente da sigla, Gleisi Hoffmann, emitiu uma nota dizendo que partidos como PSL, PSDB e DEM estão excluídos das possibilidades de alianças da sigla neste ano. “A Executiva, reunida no Rio ontem, definiu que a politica de alianças do partido para as eleições municipais exclui os partidos que sustentam a política ultraneoliberal do governo Bolsonaro (DEM e PSDB) e veta composições com os partidos de extrema-direita”, diz nota do partido.