Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PSL oficializa pedido de expulsão de Eduardo

Equipe BR Político

A chamada ala bivarista, que na guerra civil do PSL está ligada ao presidente do partido, Luciano Bivar, oficializou um pedido de expulsão do deputado Eduardo Bolsonaro (SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, à Executiva Nacional da sigla.

O documento é assinado pelo líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), e pelos deputados da bancada paulista do partido Abou Anni, Coronel Tadeu, Joice Hasselmann e Júnior Bozzella.

A brigalhada no PSL, que já dura mais de 15 dias, foi iniciada pelo pai de Eduardo, mas, desde o início desta semana, é o 03 quem está no centro do furacão – que se mostra cheio de fôlego e com potencial de atingir outros nomes da sigla nas próximas semanas. O grupo de aliados de Bivar também pede que Eduardo seja imediatamente destituído da Direção Estadual do partido em São Paulo, segundo documento obtido pela Folha.

Ainda dentro do “pega pra capar” do PSL, a Folha também mostra nesta quinta-feira, 24, que Joice, a ex-líder do governo no Congresso, usa verba de sua cota parlamentar para pagar uma empresa carioca de gerenciamento de redes sociais – principal ferramenta de guerra no modus operandi do partido.