Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PT apoia greve contra ‘política de destruição da Petrobras’

Marcelo de Moraes

Apesar de integrantes dos governos petistas terem protagonizado o escândalo do Petrolão, que causou enorme prejuízo à Petrobras, a direção nacional do PT decidiu apoiar a greve dos petroleiros contra a “política de deliberada destruição” da estatal. O PT divulgou nota oficial afirmando que o movimento grevista é “em defesa da Petrobras e a favor do Brasil e do povo brasileiro”.

Ato durante greve dos petroleiros

Ato de trabalhadores da Fafen-PR durante greve dos petroleiros Foto: Gibran Mendes/CUT-PR

“A política de deliberada destruição da Petrobrás só interessa aos concorrentes estrangeiros da empresa e aos inimigos do desenvolvimento soberano do Brasil. O plano de destruição envolve a entrega dos gasodutos, da distribuidora de combustíveis, da distribuidora de gás, das reservas do Pré-Sal e, com o fechamento da Fafen-PR, entra na etapa de entrega das fábricas e refinarias. A Petrobrás já reduziu em mais de 20% a produção de combustíveis para importar de refinarias dos Estados Unidos, pagando em dólar pelo que sabemos e podemos produzir aqui mesmo”, diz a nota do partido.

“Sob controle de Temer e agora de Bolsonaro, os preços dos combustíveis foram atrelados às variações no mercado internacional do petróleo e à cotação do dólar, o que deixa a população totalmente vulnerável aos especuladores. É por essas razões que o gás de cozinha se tornou inacessível para o povo mais pobre e os preços do diesel e da gasolina para o consumidor sobem constantemente, aumentando o custo de vida e colocando em risco o transporte de mercadorias”, acrescenta a nota.

Tudo o que sabemos sobre:

PetrobrasGreve dos petroleirosPT