Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PT diz que ‘motins são estimulados’ por Bolsonaro

Gustavo Zucchi

O PT emitiu uma nota fazendo críticas à postura do governo de Jair Bolsonaro diante da crise com a polícia militar no Ceará. A Comissão Executiva Nacional da sigla diz no texto que o atual ocupante do Palácio do Planalto “tem responsabilidade direta nesta e em outras situações de violência e corrosão institucional e democrática no País”.

Paralisação de policiais militares no Ceará

Paralisação de policiais militares no Ceará Foto: Jarbas Oliveira/EFE

“É mais grave ainda que motins como esse sejam estimulados, abertamente ou de maneira insinuada, pelo próprio presidente da República, que ao longo de sua trajetória mantém vínculos com a insubordinação e os piores vícios nas corporações militares”, diz a nota. Na última quinta-feira, 20, Bolsonaro assinou um decreto de Garantia de Lei e Ordem para a cidade de Fortaleza. Já após o tiro que o senador Cid Gomes (PDT-CE) levou ao confrontar uma barreira de PMs amotinados, Sérgio Moro mandou a Força Nacional ao Estado, atendendo pedido do governador petista Camilo Santana.

Tudo o que sabemos sobre:

PTCearápolicia militarmotimJair Bolsonaro