Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PT faz contenção de gastos

Equipe BR Político

Chegou a hora de o PT apertar os cintos e fazer contas. O partido tem uma dívida superior a R$ 4 milhões, por isso, a direção da sigla decidiu tomar medidas para equilibrar as finanças. Viagens de funcionários e dirigentes, por exemplo, serão suspensas até janeiro. “As reservas financeiras mantidas pelo PT esgotaram-se”, diz comunicado assinado pela presidente da sigla, Gleisi Hoffmann, e pelo tesoureiro, Emídio de Souza.

Nem mesmo o dinheiro do Fundo Partidário, que deve render R$ 93 milhões para a legenda no próximo ano, é suficiente para arcar com os compromissos. O jeito, pensado pelo partido é lançar, em breve, uma campanha de arrecadação na internet e pedir contribuições a parlamentares e filiados, informou o Painel da Folha.