Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PT quer espantar ‘fantasma’ de adiamento da eleição

Equipe BR Político

O PT está preocupado com um “fantasma” que estaria rondando as eleições de 2020 na opinião do partido: o adiamento do pleito. A sigla emitiu uma nota em seu site oficial, assinada pela presidente petista, Gleisi Hoffmann, e pelo secretário nacional de Assuntos Institucionais, José Guimarães, posicionando-se contra a possibilidade de prorrogação do mandato dos prefeitos e adiamento da eleição do ano que vem. “Não há nenhuma razão para isso e quem consente com essas manobras acaba atuando em causa própria e contra as causas do povo”, afirmam.

O debate sobre o adiamento da eleição do ano que vem acontece por causa da PEC 56/2019, do deputado Rogério Peninha (MDB-SC). Ela foi apensada a PEC 117/2011 que por sua vez foi apensada a PEC 376/2009. Peninha propõe a unificação dos pleitos, prorrogando o mandato de prefeitos e vereadores por dois anos. O relator da proposta na Comissão de Constituição de Justiça na Câmara, Valtenir Pereira (MDB-MT), deu na última quinta-feira, 6, parecer pela admissibilidade das PECs. Mesmo assim, elas terias de ser aprovadas pela CCJ, passarem pela Comissão Especial, serem aprovadas duas vezes no plenário da Câmara e ter o processo repetido no Senado. Tudo antes de outubro para entrar em vigor nas eleições do próximo ano. 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

PTeleições 2020Rogério Peninha