Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PT sinaliza com oposição radical

Marcelo de Moraes

O gesto de boicotar a posse de Jair Bolsonaro deixa claro que o PT pretende adotar posição radicalmente contrária ao futuro governo dentro do Congresso. A tendência é que o partido dificulte ao máximo a aprovação de todas as propostas de interesse de Bolsonaro, especialmente em votações estratégicas, como a da reforma da Previdência. Mas a ideia é marcar mesmo o contraponto a Bolsonaro.

Durante o governo Temer, o PT já teve comportamento parecido, se opondo às reformas. A Trabalhista acabou sendo aprovada apesar de toda a obstrução promovida pelos partidos de esquerda. Mas dirigentes petistas avaliam que as discussões acabaram produzindo bandeiras e uma agenda política positiva para o partido em defesa de um Estado mais forte. /M.M.

Tudo o que sabemos sobre:

PTreforma da previdência