Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

PT também ataca Bolsonaro por emendas

Equipe BR Político

Além do PSOL, que está acusando Jair Bolsonaro de “crime de responsabilidade” por ter liberado emendas para parlamentares às vésperas da votação da reforma da Previdência, o PT também avisou que irá à Justiça contra o presidente pelo mesmo motivo. O líder da sigla na Câmara, deputado Paulo Pimenta (PT-SP) disse que a sigla irá protocolar na PGR uma representação em que acusa Bolsonaro pelo crime de improbidade administrativa “por compra de votos com dinheiro público”.

“O governo de maneira escandalosa autorizou o empenho de valores da ordem de R$ 1 bilhão de reais, além da irresponsabilidade administrativa, esse governo está comprando votos com cheque sem fundo”, disse o líder do PT.