Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Quarentena em São Paulo será prorrogada até 31 de maio

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou nesta sexta-feira, 8, que a quarentena no Estado será prorrogada até o dia 31 de maio. “Eu gostaria de dar hoje uma notícia diferente daquela que vou dar agora, mas o cenário é desolador”, disse em coletiva. Nesta semana, o Brasil atingiu o recorde de registros e mortes diárias pelo coronavírus, com cerca de 10 mil novos casos diários nos últimos dois dias. 

O governador de São Paulo, João Doria

O governador de São Paulo, João Doria Foto: Governo do Estado de São Paulo

Até o início da semana, o plano do governo era anunciar medidas de flexibilização gradual da quarentena a partir do dia 11 no Estado. O avanço descontrolado e as taxas de isolamento no Estado abaixo das ideais levaram à mudança na decisão da equipe do Estado. 

Segundo o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, a equipe do Centro de Contingência do Coronavírus foi unânime na recomendação do prolongamento da quarentena no Estado. “Não existe nenhuma dúvida do ponto de vista do Centro de Contingência de que essas medidas têm que ser prorrogadas em virtude da gravidade do momento”, disse o hematologista, que compareceu à reunião no lugar do infectologista David Uip, que está com problemas de saúde. Segundo o médico, o resultado de dois indicadores permitirá a aplicação de um plano para saída da quarentena: redução sustentada do número de novos casos por 14 dias e taxa de ocupação de leitos de UTI abaixo de 60%. Hoje, o Estado tem 70% dos leitos ocupados e a capital, cerca de 90%.