Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Quatro MPs caducam em agosto

Gustavo Zucchi

O governo vê a história se repetir com suas medidas provisórias. Se entre maio e junho 10 medidas provisórias estiverem entre a cruz e a espada no Congresso, agora em agosto outras quatro precisam ser votadas ou então irão caducar. A mais importante delas é a MP da Liberdade Econômica, um dos “xodós” da equipe econômica do Planalto e que precisa ser votada até o dia 28 de agosto.

Antes dela, a MP das Distribuidoras de Energia irá caducar no dia 21 de agosto. Ela autoriza pagamento de R$ 3,5 bilhões à Eletrobrás devido ao uso de termoelétricas. Já no dia 27 de agosto, a MP que libera crédito de R$ 223,8 milhões para auxílio de refugiados venezuelanos perde a validade. No dia 30 é a vez da MP 882, que trata da infraestrutura dos transportes que irá caducar. /G.Z.