Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Quatro prefeitos de Rondônia vão parar na cadeia

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Operação Reciclagem, deflagrada pela Polícia Federal e a Procuradoria-Geral de Justiça de Rondônia, na sexta-feira, 25, prendeu preventivamente quatro prefeitos e um ex-deputado por supostos crimes contra a Administração Pública. Imagens mostram os políticos recebendo “centenas de milhares de reais sendo distribuídos em dinheiro vivo”, de acordo com a PF. Ao todo, 12 de mandados de busca e apreensão foram cumpridos.

Operação Reciclagem. Foto: Polícia Federal

Somente na casa do prefeito de Rolim de Moura, Luiz Ademir Schock, foram apreendidos cerca de R$ 5 milhões em dinheiro em espécie e bens, como joias. Os demais alvos da Reciclagem foram Marcito Aparecido Pinto (Ji-Paraná), Glaucione Rodrigues (Cacoal), Gislaine Clemente (São Francisco do Guaporé) e Daniel Neri (ex-deputado).

Os mandados de prisão preventiva foram expedidos pelo Tribunal de Justiça de Rondônia, que ainda determinou o afastamento dos gestores de suas funções públicas. Além disso, foi decretado o bloqueio de mais de R$ 1,5 milhões dos investigados.

De acordo com a PF, a investigação teve início em dezembro de 2019 e contou a colaboração de empresário que, recebendo exigência para recebimento de dívidas pela prestação de serviços ao poder público, resolveu contatar as autoridades para denunciar os crimes.