Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Quem ameaça um parlamentar está cometendo crime contra democracia’

Equipe BR Político

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, disse que é preciso ter detalhes sobre as ameaças relatadas pelo deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) que o motivaram a desistir de assumir um novo mandato na Câmara e a deixar o País. O vice afastou a possibilidade de haver relação entre a decisão do deputado e a investigação sobre o atentado contra o presidente Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral, informou o Broadcast Político.

“Quem ameaça um parlamentar está cometendo crime contra democracia”, declarou o vice. Mourão afirmou é que preciso aguardar e saber quem está fazendo as ameaças. “Uma das coisas que é mais importante é você ter sua opinião e ter a liberdade para expressar sua opinião, os parlamentares estão ali eleitos pelo voto, representam os cidadãos que votaram neles. Quer você goste, quer você não goste das ideias do cara, você ouve. Se gostou, bate palma, se não gostou, paciência.”