Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Quem é o evangélico cotado para o STF

Vera Magalhães

Ao dar a pista de que está propenso a indicar alguém “terrivelmente evangélico” para a próxima vaga do STF, Jair Bolsonaro colocou no topo da lista dos cotados o atual advogado-geral da União, André Mendonça. Caso leve a cabo sua indicação, seguirá os passos já trilhados por Fernando Henrique Cardoso e Lula, de indicar os titulares da AGU de seus governos para a Suprema Corte. Michel Temer fez algo semelhante ao nomear seu ministro da Justiça, Alexandre de Moraes.

Dado o favoritismo de Mendonça, reportagem do Estadão deste domingo traça o perfil do advogado-geral, que é reverendo da  Igreja Presbiteriana Esperança de Brasília, denominação nova e sem templo ainda, que se apresenta como mais “progressista” no rol de igrejas evangélicas. É advogado concursado da AGU e já ocupou vários postos de confiança na estrutura do órgão e na Controladoria Geral da União.