Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ramos mantém cautela sobre presidir CE

Gustavo Zucchi

Após reunião com o ministro Paulo Guedes para tratar da situação da Zona Franca, o deputado Marcelo Ramos (PR-AM) até admitiu que seu nome é “simpático” à maioria das lideranças da Câmara para ser o indicado à presidência da Comissão Especial que debaterá a reforma da Previdência. Mas preferiu ser cauteloso. “Eu não reivindiquei isso, meu nome surgiu pelos líderes. Eu até brinquei: cada vez que meu nome fica mais forte, mais difícil de ser. Se for uma tarefa concedida pelos líderes e pelo presidente vamos enfrentar esse desafio”, disse. A expectativa é que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, anuncie nessa quinta-feira, 25, o nome do presidente da comissão e do relator da PEC da reforma. “Conversei com o Maia de manhã e ele disse que meu nome foi sugerido pelas lideranças. Mas a decisão é do presidente da Câmara”, afirmou Ramos ao BR18. /G.Z