Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Randolfe cobra celeridade na execução de pacote do governo contra pandemia

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) cobrou nesta manhã de quarta, 18, celeridade do governo federal na execução do pacote de medidas anunciado pelo governo federal na segunda, 16, com impacto de R$ 147,3 bilhões. “O povo está em quarentena para o governo assistir a crise sem fazer nada?”, questionou ele no Twitter. Algumas iniciativas poderão ser implementadas de forma imediata pelo Executivo, mas R$ 60,3 bilhões dependem do aval do Congresso Nacional, incluindo um repasse extra para tentar pôr fim à fila do programa Bolsa Família.

O senador Randolfe Rodrigues

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) Foto: Jane de Araújo/Agência Senado

Muitas das ações apenas suspenderão temporariamente o pagamento de tributos pelas empresas, mas elas terão de quitar o passivo ainda este ano, em formato ainda a ser definido. Outras significam antecipação de despesas, como é o caso da primeira e da segunda parcela do 13º de aposentados e pensionistas do INSS e dos pagamentos do abono salarial previstos para 2020.

Do valor anunciado pela Economia, R$ 83,4 bilhões devem ser destinados à população mais pobre e idosa. Outros R$ 59,4 bilhões serão aplicados na manutenção de empregos. O titular da pasta afirmou nesta semana que o novo coronavírus “mata menos que todas as doenças que tivemos aqui”, citando zika, dengue, febre amarela e chikungunya.