Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Randolfe sobre Inpe: ‘Tática de tirar da frente para boiada passar’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) criticou a exoneração da pesquisadora responsável pelo trabalho de monitoramento do devastação florestal na Amazônia do Inpe na segunda-feira, 13, pouco depois da divulgação de dados do crescimento do desmatamento na região amazônica. “O desgoverno Bolsonaro não tem intenção de reduzir o desmatamento na Amazônia, por isso, repetidamente demite quem aponta a tragédia! A Coordenadora do Inpe foi a vítima da vez. É a tática de tirar da frente p/ boiada passar… não passarão!”, escreveu nas redes sociais.

O senador Randolfe Rodrigues

O senador Randolfe Rodrigues Foto: Gabriela Biló/Estadão

A pesquisadora Lubia Vinhas era coordenadora-geral de Observação da Terra do Inpe, departamento responsável pelos sistemas Deter s Prodes, que acompanham o desmatamento da Amazônia. O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, que assinou a exoneração, ainda não esclareceu o motivo. Oficialmente, a saída da pesquisadora faz parte da “reestruturação” no órgão. Na sexta-feira, 10, o Inpe atualizou o sistema com os dados de junho, que mostraram o maior desmatamento para o mês dos últimos cinco anos, em meio aos esforços do governo em passar uma imagem de compromisso com o meio ambiente a investidores.