Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Randolfe vai apresentar notícia-crime contra Wajngarten

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Apesar do recesso parlamentar, o líder da oposição no Senado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), planeja tomar medidas contra o chefe da Secretaria de Comunicação (Secom) do governo, Fábio Wajngarten. Pelo Twitter, o senador afirmou que vai apresentar notícia-crime à PGR contra o auxiliar do presidente Jair Bolsonaro. Além de sua convocação para depor na Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor.

“Vou pedir a convocação do chefe da Secom, Fábio Wajngarten, para depor na CTFC (Comissão de Transparência, Governança, Fiscalização e Controle e Defesa do Consumidor) do Senado e apresentarei uma notícia-crime na PGR”, afirmou Randolfe, na noite de quarta-feira, 15.

Ontem, a Folha revelou que a empresa da qual Wajngarten era sócio e da qual se afastou ao ir para a Secom mantém contratos e recebe verba de emissoras de TV e agências de publicidade que recebem recursos da própria secretaria.

Na sequência, em outra publicação, o senador classificou a denúncia como “gravíssima”. “O chefe da Secom, Fábio Wajngarten, estaria recebendo dinheiro de emissoras de TV e agências contratadas pelo governo! Conflito de interesses? Corrupção? Improbidade administrativa? A certeza é que a mamata não teve fim!”, disse Randolfe.

Notícias relacionadas