Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Recorde de armas de fogo sob Bolsonaro

Equipe BR Político

O primeiro ano de governo Jair Bolsonaro registrou o recorde de registro de armas de fogo no Brasil por parte de pessoas físicas, revela reportagem publicada pelo jornal O Globo nesta sexta-feira.

Foram mais de 44 mil novos registros feitos pela Polícia Federal apenas de janeiro a novembro, 25% a mais que em todo o ano de 2018. Trata-se ainda do maior número registrado pela PF na série histórica, iniciada em 2010. Essa autorização é para a posse, isto é, para que a pessoa possa ter uma arma em casa.

Esse número mostra uma média de cinco novas armas sendo vendidas por hora ao longo do ano apenas a cidadãos comuns, uma vez que não estão incluídas nesta estatística armas registradas por empresas nem colecionadores e frequentadores de clubes de tiro.

A política armamentista foi uma das principais bandeiras de campanha de Bolsonaro. No primeiro ano, o presidente já editou oito decretos revendo a política de posse e porte de armas de fogo, dos quais quatro foram revogados pelo Congresso.