Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Redes reagem ao fundão: ‘#BolsonaroTraidor’

Equipe BR Político

A hashtag #BolsonaroTraidor é o assunto mais comentado nas redes sociais do Brasil, neste sábado, 18. A movimentação nas redes ocorreu após o presidente Jair Bolsonaro sancionar sem vetos a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020, o que inclui a sanção ao fundo eleitoral de R$ 2 bilhões para a campanha eleitoral de outubro.

Nas redes, apoiadores e opositores criticaram o presidente.”#BolsonaroTraidor R$ 2 bi para políticos fazerem propaganda? Amiguinho do Toffoli? Combate a corrupção não é mais importante? Fritando o Moro? Traiu com força”, escreveu um usuário da rede.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) disse que a sanção é um “absurdo”. “Mamata acima de tudo! Bolsonaro sancionou o indecente fundão que custará R$ 2 bi ao povo! O mesmo povo que, graças ao governo, está pagando mais caro na cesta básica c/ um salário mínimo abaixo da inflação. Nós votamos contra e somos contra esse absurdo!”, escreveu.

O partido Novo também criticou o presidente. “O NOVO lamenta que o presidente Bolsonaro tenha sancionado o Fundo Eleitoral, garantindo R$2 bilhões para campanhas políticas, tirando dinheiro de áreas essenciais e prejudicando a renovação que ainda precisamos”, diz tuíte do partido.

Em nota nesta manhã, o Palácio do Planalto justificou a sanção ao Fundo Eleitoral como forma de evitar que o presidente Jair Bolsonaro fosse acusado de cometer crime de responsabilidade.