Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Reforma ajuda, mas não garante retomada

Equipe BR Político

Para de três ex-presidente do Banco Central — Armínio Fraga, Henrique Meirelles e Ilan Goldfajn –, a aprovação da reforma da Previdência é insuficiente para garantir a retomada sustentável do crescimento da economia. Mas eles entendem que é fundamental para reduzir o risco fiscal do País. A avaliação foi feita na na quarta-feira, 22, no Rio de Janeiro, em seminário sobre os 20 anos do regime de metas de inflação.

“A reforma da Previdência tira peso, mas não dá para a gente olhar ela isoladamente. Tem várias outras questões, elementos que têm que estar dentro do pacote”, analisa Goldfajn, que presidiu o BC entre junho de 2016 e fevereiro de 2019. Eles também defenderam a aprovação de lei para garantir a autonomia do BC, como passo adicional para garantir o regime de metas, instituído em 1999 no governo Fernando Henrique Cardoso, quando Fraga presidia a instituição, de acordo com a Folha.