Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Regina e Jair já ‘dormem’ em quartos separados

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Eles se casaram na quarta passada, 4, mas já dormem em quartos separados. Ainda que seduzido pela verve teatral dela, ele não suportou ter sua equipe de trabalho acusada por ela de abrigar “facções” em pleno Fantástico, ainda que soubesse de antemão do conteúdo da entrevista, e, como resultado, interviu no quintal dela. Barrou a nomeação de Maria do Carmo Brant de Carvalho da Secretaria de Diversidade Cultural, jogando no lixo a promessa de “carta branca” feito a ela.

Filiada ao PSDB desde 1989, Maria do Carmo foi nomeada no governo de Michel Temer como secretária nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, indicada por Osmar Terra. Em 2014, ela atuou como coordenadora da área social do programa de governo do então candidato à Presidência, Aécio Neves. Segundo o Estadão apurou, ela estava disposta a sair do PSDB para assumir o cargo no governo Bolsonaro e preparava a carta de desfiliação quando teve a nomeação cancelada.

A nova secretária da Cultura recebeu críticas públicas do ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos, do escritor Olavo de Carvalho e do presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, subordinado a ela.