Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Relator admite mudanças em texto da reforma

Equipe BR Político

Relator da proposta de reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o deputado Marcelo Freitas (PSL-MG) admitiu nesta quarta-feira, 17, que pode fazer alterações em seu parecer para atender a demandas do Centrão e da oposição, informa o Broadcast Político, mas desde que a supressão dos trechos não desidrate a proposta e tratem de questões que possam ser consideradas inconstitucionais. “Posso fazer uma complementação de voto. Pode ser que os líderes cheguem a um consenso sobre algum ponto que não desidrate a PEC e aí, a gente consegue suprimir”, disse.

Ele citou como exemplo a questão do Foro Nacional do Distrito Federal para a propositura de ações contra a União. Já com relação ao benefício de assistência continuada a idosos carentes (BPC), demanda de aliados e da oposição, Freitas afirmou que esse ponto não será negociado na CCJ. “Isso tem que ser discutido na comissão especial”, disse.

Tudo o que sabemos sobre:

CCJMarcelo Freitasprevidência