Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Renan: ‘O MDB dividido não sobreviverá’ (2)

Marcelo de Moraes

A fala de Renan Calheiros pregando unidade no MDB é coerente com o resultado tímido obtido pelo partido nas últimas eleições. O MDB perdeu o controle do Planalto com a saída de Michel Temer e teve sua bancada de parlamentares reduzida significativamente. No Senado, os emedebistas serão apenas 13, já contando a filiação de hoje do senador Eduardo Gomes (TO), vindo do Solidariedade. Mas graças à fragmentação da Casa, o partido possui a maior bancada. E, com isso, reivindica o direito de indicar o presidente do Senado. Se conseguir manter esse espaço político nobre, o MDB assegura protagonismo. Se perder isso, corre o risco de se tornar cada vez menos relevante nas discussões.

“Todos nós temos que ter humildade para construir um consenso, uma unidade para construir uma bancada. Sou consequência da bancada. Jamais darei um passo sem apoio da bancada e me disponho a votar em quem a bancada eleger”, disse Renan a outros dirigentes do MDB, explicando a necessidade de que o partido permaneça unido para vencer a eleição para o Senado. /Marcelo de Moraes

Tudo o que sabemos sobre:

Renan