Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Renan: ‘O MDB dividido não sobreviverá’ (1)

Marcelo de Moraes

Na solenidade de filiação do senador Eduardo Gomes (TO), que trocou o Solidariedade pelo MDB, integrantes da cúpula do partido se reuniram para celebrar a nova filiação, mas também para tentar alinhar as candidaturas de Renan Calheiros (AL) e Simone Tebet (MS) para a presidência do Senado. Renan aproveitou para lembrar que se o partido se dividir, colocará em risco sua sobrevivência política.

“O MDB tem uma bancada plural, composta por pensamentos diferentes. Mas o MDB nunca faltou com o País. Toda vez que está o caos, que exige um sacrifício maior, lá está o MDB. As circunstâncias da política causaram tanta dificuldade que, para que o partido se levante, é preciso eleger o próximo presidente do Senado. Temos 13 senadores com condições para exercer a presidência do Senado. Todos podem. Isso será fundamental pra que o partido continue a ter um papel protagonista. O MDB dividido, não sobreviverá”, afirmou Renan na reunião, que contou com a presença de dirigentes do partido como o presidente do Senado, Eunício Oliveira, o presidente da legenda, Romero Jucá, e o provável futuro líder da bancada no Senado, Eduardo Braga. /Marcelo de Moraes

 

Tudo o que sabemos sobre:

Renansenado