Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Renan recebe intimação da PF logo cedo

Equipe BR Político

A Polícia Federal cumpre, na manhã desta terça, 5, uma série de mandados de busca e apreensão, além de medidas de sequestro de bens, por ordem do ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal, informa o Estadão. O senador Renan Calheiros (MDB-AL) foi intimado para prestar depoimento no âmbito da investigação. De acordo com o advogado Luiz Henrique Machado, Renan recebeu a intimação em Maceió, mas não há cumprimento de mandados judiciais em endereços ligados ao parlamentar.

A ação é um desdobramento do inquérito 4707, que apura supostas doações de R$ 40 milhões feitas pelo grupo Grupo J&F a senadores do MDB para as eleições de 2014. A informação partiu da delação de Ricardo Saud, que serviu como base para a instauração do inquérito. Além de Renan, também foi intimado o senador Eduardo Braga (MDB-AM). O senador Jader Barbalho (MDB-PA) e o ministro Vital do Rêgo Filho, do Tribunal de Contas da União (TCU), também estão entre os investigados do inquérito 470.

Tudo o que sabemos sobre:

Renan CalheirosLava Jato