Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Repercussão internacional de militar preso com cocaína

Equipe BR Político

A prisão do sargento da Aeronáutica com 39 quilos de cocaína na bagagem em avião da FAB repercute na imprensa internacional. O homem, de 38 anos, foi preso no aeroporto de Sevilha, na Espanha, e estava no grupo de 21 militares que dá suporte à viagem presidencial até Tóquio, onde Jair Bolsonaro participará da reunião do G-20. O presidente não estava no mesmo avião que o militar preso.

“Cocaína na Espanha coloca Bolsonaro sob tensão” foi o título da publicação britânica Financial Times, que classificou o caso como “constrangimento internacional para Bolsonaro”. O The Guardian, também britânico, afirma que o militar era integrante da delegação brasileira na reunião do G-20. O título do jornal francês Le Figaro diz que “Um militar brasileiro preso na Espanha com 39 kg de cocaína”. A publicação destacou fala de Bolsonaro de que o militar será julgado e, se provada a culpa, será “condenado na forma da lei”. Também houve destaque da notícia nos jornais The Washington Post e El País.

Tudo o que sabemos sobre:

fabcocaínaBolsonaro