Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Resistência a sites alinhados pode ter derrubado Santos Cruz

Equipe BR Político

Um dos motivos que teriam provocado a saída do general Santos Cruz do cargo de ministro da Secretaria de Governo teria sido a resistência de Santos Cruz em impedir que blogs e sites alinhados com a ala ideológica do governo fossem financiados pela área de comunicação do Planalto. Segundo O Globo, houve uma queda de braço entre o general e Fabio Wajngarten, chefe da Secretaria de Comunicação da Presidência (Secom) e aliado de Carlos Bolsonaro.

Quem reagiu a notícia foi justamente um dos membros da ala ideológica mais próximos do presidente , o secretário especial Filipe Martins, que chamou a informação de “factoide”. “Essa informação jamais passou de um factoide espalhado por carreiristas embusteiros, no mais das vezes decepcionados justamente por não terem conseguido acesso a esses recursos”, disse, negando que o governo irá financiar sites conservadores. Santos Cruz disse que deixou o cargo por uma “decisão” do presidente Jair Bolsonaro.

Tudo o que sabemos sobre:

Santos CruzFilipe Martins