Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ressaca de carnaval para Doria e Covas

Equipe BR Político

O futuro governador de São Paulo, João Doria, e o prefeito da capital paulista, Bruno Covas, viraram réus por improbidade administrativa, segundo o Blog do Fausto. A ação, recebida pela juíza Alexandra Fuchs de Araujo, da 6.ª Vara da Fazenda Pública da Capital, acusa os tucanos por irregularidades nos contratos firmados para planejamento e organização dos carnavais de 2018 e 2019.

Para a reportagem, Doria afirmou que “o processo foi conduzido de forma rigorosa, regular e transparente” e que “não houve uso de dinheiro público”. Já Covas, em defesa prévia nos autos, afirma que  a acusação ‘carece de ilegitimidade passiva’ e que ‘não existe conexão direta’ entre a portaria do edital e os supostos atos de improbidade.