Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Retorno das aulas presenciais em SP deve ser adiado

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Nesta segunda-feira, 3, o secretário municipal de Educação de São Paulo, Bruno Caetano, afirmou que possivelmente o retorno das aulas presenciais não será mais em 8 de setembro. Em entrevista à Globonews, Caetano informou que “para ser dia 8 (de setembro), a Saúde tem que dar a orientação. Mas pode ser e é muito provável que não seja no dia 8 de setembro. Ainda não há nenhuma data.”

O retorno às aulas presenciais estava previsto para 8 de setembro Foto: Edmar Barros/Estadão

A assessoria de imprensa do secretário reiterou ao BRP que as aulas só voltarão com autorização da secretaria da Saúde do município. A Secretaria Municipal de Educação está debatendo com a rede os protocolos de minuta para retorno das aulas. Segundo a assessoria, “o retorno das aulas está atrelado às questões de saúde e sanitárias e a pasta trabalha juntamente com a rede para encontrar mecanismos para o retorno das aulas presenciais, quando possível.” Caetano afirmou que “qualquer dia a mais de aula presencial é importante para as crianças.”

“Sabemos que da forma como foi estabelecido pela Saúde, o retorno para 8 de setembro (80% do Estado no amarelo) pode não se confirmar, pois há regiões que ainda estão no laranja.”, informou a assessoria. O retorno  das aulas municipais depende de todos os municípios do Estado estarem a 28 dias na chamada fase amarela do plano, em que a maior parte do comércio e do serviço estão abertos e que a ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) está entre 60% e 70%.