Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Revoltados com chefe ‘do PT’, peritos médicos chamam Bianco de ‘senhor de escravos’

Alexandra Martins

Exclusivo para assinantes

O drama de cerca de 1 milhão de brasileiros à espera de uma perícia para receber benefícios do INSS recebeu uma nova motivação política exposta hoje pela Associação Nacional dos Peritos Médicos Federais, além da alegação de que o governo federal não oferece condições sanitárias necessárias aos servidores para o atendimento da população. Em nota divulgada pela entidade nesta sexta, 18, reclamam da nomeação de Filomena Bastos para chefiar a Subsecretaria da Perícia Médica Federal por ela já ter trabalhado em gestão petista. A associação chama o secretário Especial Adjunto da Previdência, Bruno Bianco, de “senhor de escravos”. Como se o partido fosse o novo coronavírus, diz que o secretário “trouxe o PT de volta ao nosso dia a dia” e que em breve saberá “a verdade dos fatos”.

A entidade afirma que Filomena “agora se presta ao papel de ser nomeada por uma Secretaria de Previdência beligerante à categoria, certamente com ordens de atuar como capitã do mato de peritos médicos. O senhor de escravos Bruno Bianco deve achar que com medidas assim irá obrigar peritos médicos a arriscarem as suas vidas em agências imundas e infectas apenas para atender a um capricho político de gestores incompententes. Não irão. Bruno Bianco trouxe o PT de volta ao nosso dia a dia. Resta saber se isso é uma postura apenas dele ou se é uma posição do Governo Bolsonaro. Iremos nos próximos dias saber a verdade dos fatos”, esbraveja.

Foto: Werther Santana/Estadão

Pressionada pelo edital de convocação publicado hoje no Diário Oficial da União para que retomem os atendimentos de forma imediata nas unidades listadas na publicação, a ANMP afirma que voltará a fazer, “por conta própria”, as vistorias a partir de segunda-feira, 21, mas apenas nas agências do INSS “aptas”, numa mudança de atitude que visaria o “bem público”. Já as “inaptas” serão alvo de um relatório a ser entregue ao INSS solicitando as melhorias devidas.

A entidade alega que “devido ao impasse causado pela ruptura de diálogo da Secretaria de Previdência com a Perícia Médica Federal, foi necessário tomar esta atitude visto que a população estava sendo prejudicada pela irresponsabilidade e falta de governança do Ministério da Economia, que está colocando em risco a vida de milhares de pessoas”.

Acrescenta que usará “o mesmo checklist original utilizado pelo próprio governo em 8-9 de setembro como referencial, e não iremos considerar o checklist fraudulento produzido pela Secretaria de Previdência e o INSS nessa semana. Tanto o INSS como a Imprensa serão notificados dos dias e horários das inspeções para enviarem representantes para acompanhamento, caso queiram. As agências consideradas aptas serão imediatamente liberadas para a categoria retornar ao trabalho. Medidas de força do governo para obrigar o servidor a arriscar sua saúde e sua vida a trabalhar em agências inadequadas serão combatidas no mesmo patamar”, ameaça.

Com atuação na área de ciência da saúde desde 1985, Filomena é servidora pública de carreira e não possui filiação partidária. Desde 1998 a subsecretária trabalha como perita médica do INSS, informa a assessoria de Bianco.

Tudo o que sabemos sobre:

inssperitos médicosPT