Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Richa comprou imóveis para lavar propina

Equipe BR Político

Os investigadores da Operação Integração identificaram como o ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) lavou propina de R$ 2,7 milhões supostamente recebida de concessionárias de rodovias federais durante seu mandato. No pedido de prisão do tucano, os procuradores indicam detalhadamente o destino do dinheiro – compra de imóveis de alto padrão em nome da empresa Ocaporã Administradora de Bens, informou o Blog do Fausto.