Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Rio decreta estado de emergência pelos efeitos do coronavírus

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governo do Rio suspendeu, por um prazo de 15 dias, as visitas a pacientes diagnosticados com coronavírus que estão internados na rede pública ou privada de saúde. A medida faz parte de um decreto publicado no Diário Oficial desta terça-feira, 17, com uma série de recomendações e determinações para o combate ao coronavírus. Assinado pelo governador Wilson Witzel (PSC), o decreto reconhece situação de emergência na saúde pública do Rio de Janeiro em razão da pandemia, informa o Estadão. Como você leu mais cedo aqui no BRP, a primeira morte de um paciente infectado pelo novo coronavírus no Brasil foi confirmada hoje.

Como forma de prevenção do contágio e combate à propagação do coronavírus, o governador determinou ainda a suspensão, por 15 dias, da realização de eventos e atividades com presença de público e aglomerações. A regra inclui eventos desportivos, shows, funcionamento de salão de festas ou casa de festas, feiras, evento científico, comício, passeata e afins. Também estão suspensas atividades coletivas de cinema e teatro.

O Brasil tem 234 casos confirmados que estão distribuídos por 15 Estados e o Distrito Federal, a maioria em São Paulo. Segundo o Ministério da Saúde, o País tem 2.064 casos suspeitos e 1.624 análises foram descartadas.