Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Rio preocupa militares

Vera Magalhães

Os militares que iniciaram a transição no Rio para a equipe do governador eleito, Wilson Witzel, temem retrocessos em práticas adotadas durante a intervenção federal na segurança do Estado. Em sua coluna no Globo, Merval Pereira relata algumas dessas preocupações: Witzel estaria atendendo desde já pedidos de nomeações de delegados e chefes de batalhões por políticos e a proposta de extinguir a Secretaria de Segurança levaria risco de desmonte a operações de inteligência que estariam trazendo avanços no combate ao crime. “O trabalho de reorganização das polícias e de métodos de inteligência e investigação conjuntos corre o risco de se perder pela adoção das antigas práticas clientelistas, que dão sinais de retornar. A retórica do novo governador não combina com suas práticas.”