Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Rodízio dos ‘Fábios’: Faria assume papel de Wajngarten

Vera Magalhães

Exclusivo para assinantes

Foi feita com discrição a operação que, na prática, resultou na saída de cena de Fábio Wajngarten da linha de frente da comunicação do governo Jair Bolsonaro. Com a recriação do Ministério das Comunicações, entregue ao deputado Fábio Faria, o ex-titular da Secom passou a ser secretário-executivo do “xará”, que, agora, é quem dita as regras da estratégia de comunicações. Na prática, foi rebaixado, pois antes a Secom estava diretamente vinculada à Presidência.

Ministro das Comunicações, Fabio Faria Foto: Luis Macedo/Agência Câmara

Ministros que conversaram com o BRPolítico nesta quarta-feira contam que a mudança não é só uma questão de formalismo, e também tem peso na recente decisão de Jair Bolsonaro de submergir e deixar de comprar brigas diárias com a imprensa.

Fábio Faria atuou, relatam esses ministros, no convencimento do presidente de que era hora de cessar as escaramuças e tentar construir pontes com o Judiciário e com a imprensa, além daquelas que Bolsonaro já vinha tentando pavimentar com o Congresso, por meio da abertura do governo ao Centrão — da qual a própria nomeação do genro de Silvio Santos é uma consequência.

Wajngarten estava visado pelo Tribunal de Contas da União, pela CPMI das Fake News e pelo STF, e poderia ser foco de mais desgastes para Bolsonaro, pelo seu perfil altamente ideológico, sua proximidade com Carlos Bolsonaro e sua propensão ao conflito permanente com a Rede Globo e outros grupos de mídia.

Faria, apesar de ligado ao SBT, transita bem pelos demais veículos, dado seu perfil mais político e conciliador. Por isso, caberá a ele agora ser a face visível da estratégia de comunicação do governo, que é considerada parte vital para estancar a queda de popularidade de Bolsonaro, arrefecer os movimentos pró-impeachment e apaziguar os ânimos com as instituições.

Tudo o que sabemos sobre:

Jair BolsonaroFabio FariaFábio Wajngarten