Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Roraima pede fechamento de fronteiras

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O governador de Roraima, Antonio Denarium (sem partido), pediu ao ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), o fechamento imediato da fronteira do Estado com a Venezuela e Guiana por causa do novo coronavírus. Na quarta, 12, Mandetta não citou o pedido e desviou de perguntas sobre possível fechamento de fronteira. Ele disse, no entanto, que a divisa com a Venezuela é a “única que realmente dá preocupação”. O presidente do país vizinho, Nicolas Maduro, no entanto, afirma não haver nenhum caso confirmado da covid-19, em que pese o governo ter tomado medidas de restrições de voos vindos da Europa e Colômbia e ter solicitado que os EUA levantem as sanções impostas ao país para a compra de medicamentos.

“É um trabalho preventivo que estamos pedindo. Em Roraima há mais de 100 mil venezuelanos. Nos abrigos, são 7 mil. Esses venezuelanos estão vivendo em grupos muito próximos um dos outros. Se entrar o coronavírus no Estado, pode se tornar situação muito difícil”, disse Denarium.

Tudo o que sabemos sobre:

Roraimacoronavírus