Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Rosa Weber autoriza operação na Câmara contra Rejane Dias

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A Polícia Federal foi autorizada a acessar o Congresso nesta segunda-feira, 27, para executar mandados de busca e apreensão no gabinete da deputada federal Rejane Dias (PT-PI) na Câmara. Diferentemente da semana passada, quando foi barrada por uma ordem o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

A ministra do STF Rosa Weber

A ministra do STF Rosa Weber Foto: Gabriela Biló/Estadão

Desta vez, a diligência foi autorizada com antecedência pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, como manda o protocolo, que na operação anterior não havia sido cumprido.

Rejane, que também é primeira-dama do Piauí, é alvo da PF no âmbito da Operação Topique, que investiga supostos desvios de recursos da Educação do Estado por meio de pagamentos superfaturados em contratos de transporte escolar. Ela também é ex-secretária de Educação do Estado.

Além do gabinete da deputada, agentes cumpriram 12 mandados de busca e apreensão em Teresina (PI) e em Brasília (DF). Entre os endereços-alvo da ofensiva estão a casa do governador do Estado, Wellington Dias, a casa de um irmão da parlamentar e ainda a Secretaria de Educação do Piauí.

Tudo o que sabemos sobre:

Rejane DiasOperação TopiquecâmaraPF