Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Rui Costa espera arrecadar R$ 4 bi com abertura de capital da Embasa

Equipe BR Político

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), defensor do Marco Legal do Saneamento, em que empresas de saneamento estaduais perderiam o monopólio dos serviços para entrada da iniciativa privada, tem dado seus recados para a bancada petista na Câmara contrária à iniciativa. Segundo ele tem dito, especialmente nesta segunda, 16, o Estado vai facilitar a entrada da fonte privada ao setor, mas sem perder o controle acionário da empresa, no caso, a Embasa. Segundo ele, esse controle será preciso para garantir o fornecimento e distribuição da água, com tarifa que o povo possa pagar, bem como o tratamento de esgoto. “Nós estamos falando de R$ 4 bilhões”, disse ele sobre seu plano de abrir o capital da estatal baiana. Segundo ele disse à Folha nos últimos dias, o ex-presidente Lula precisa “afrouxar a tanga” para o capital privado.