Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Russomanno indignado: ‘Vacina não está sendo testada em doentes’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O candidato à Prefeitura de São Paulo pelo Republicanos, Celso Russomanno, escancarou seu desconhecimento sobre a pandemia do novo coronavírus em evento nesta terça, 3, na Associação Paulista de Imprensa. Ele já havia exposto seu conhecimento há umas semanas ao sugerir que a falta de banho deixa moradores de rua mais resistentes à covid-19. O deputado federal licenciado reclamou hoje que a vacina contra a doença não é testada em idosos nem em pessoas portadoras da doença.

O candidato à prefeitura de São Paulo Celso Russomanno

O candidato à prefeitura de São Paulo Celso Russomanno Foto: Tiago Queiroz/Estadão

“A vacina está sendo testada em adultos sãos, nenhum com covid. Não está sendo testada em crianças, não está sendo testada nos idosos e não está sendo testada nos doentes. São as etapas por onde uma vacina deve passar. Isso não está acontecendo”, afirmou. “Os efeitos colaterais imediatos a gente pode prever, mas os a longo prazo, não. Toda vacina tem que passar por esse processo. Eu quero muito, todos aqui querem uma vacina. Mas se ela é tão boa assim, mas se essa vacina é tão boa assim, vai lá, começa na China, aplicando nas pessoas”, concluiu.

A afirmação vai contra o propósito de produzir um imunizante, substância que previne que pessoas contraiam a doença, segundo especialistas.”Isso mostra o absoluto desconhecimento de como funciona um ensaio clínico”, afirmou à repórter Paula Reverbel do Estadão o médico infectologista Jamal Suleiman, do Hospital Emílio Ribas, sobre a ideia de testar vacinas em pessoas que já têm a doença. De acordo com o especialista, os testes são sempre iniciados em adultos não idosos antes de passarem a incluir crianças e pessoas de idade. “Idosos vão perdendo a sua capacidade de resposta imunológica, um fenômeno conhecido há pelo menos um século”, explicou Suleiman, sobre o motivo de testes em pessoas de idade ficarem para um segundo momento.

Tudo o que sabemos sobre:

Celso RussomannovacinaCovid-19